Cultivo da physalis



Cultivo da physalis
A physalis é uma planta rústica de cultivo extremamente fácil  e com uma produção muito interessante. Os seus frutos são delicados com uma cor que vai do amarelo ao laranja, rodeados de uma capa delicada com aspecto de balão. São principalmente procurados pelas suas propriedades medicinais (benefícios do physalis para a saúde), no entanto são encontrados no mercado com um preço muito elevado.

O seu cultivo não é só reservado a quem tenha um jardim ou uma horta, porque também produz muito bem em vaso. Trata-se de uma planta com poucas exigências e que resiste muito bem às pragas e doenças sendo por isso uma boa opção de escolha como fruta biológica.

A  physalis  é uma planta arbustiva de ciclo rápido que chega a alcançar os 2 metros de altura. É nativa da Amazônia e pertence às solenaceas a mesma família dos tomateiros.
Apresenta uma boa adaptação aos climas e solo e não mostra sensibilidade a algum tipo de doença em especifico. Em climas frios é cultivada como anual, em zonas de clima temperado é cultivada como vivaz, podendo viver por 3 a 4 anos.

Apresenta um sistema radicular superficial e extenso. As folhas são lanceoladas de um verde pouco intenso e as flores são amarelas pálidas. A polinização é entomofilia, ou seja dá-se através de insectos. A formação do fruto leva em média 10 semanas, desde o inicio da floração até ao vingamento do physalis.

Muitos se deparam com  a dificuldade de obter esta planta, no entanto ela está acessível a todos. Basta comprar os frutos em qualquer loja e semear as suas sementes. Elas têm uma alta taxa de germinação, a multiplicação é tão bem sucedida que pode dar características invasoras ao physalis. Até porque os pássaros alimentam-se das bagas e transportam as sementes para outros locais.

Sementeira e plantação da physalis


Deve ser  semeada em local protegido no inicio da Primavera. A terra deve ser mantida húmida mas sem encharcar. A germinação dá-se entre 15 a 20 dias, dependendo das condições climáticas.
Quando a planta atingir 10 a 15 cm, planta-se em local definitivo respeitando um espaçamento superior a 80 cm.
Dá-se bem em solos pobres, apesar de preferir solos ricos em matéria orgânica com o pH entre entre os 5,5  e os 6, com preferência por local protegido.

O physalis é uma planta rustica que não necessita de grandes adubações, o excesso de azoto potencia ao crescimento excessivo da folhagem e reduz a produção dos frutos.

Produzira melhor e oferecerá frutos de maior qualidade se for tutorada e conduzida. A poda raramente é necessária, mas dê um pequeno desbaste quando a planta se encontra demasiado frondosa, elimine os ramos secos ou caso a planta cresça em demasia execute uma poda ligeira, de modo a melhorar a arquitetura da planta a facilitar a apanha.

A planta de physalis pode produzir entre 2 a 3 kg, cerca de 300 frutos por planta. Os frutos começam a alcançar a maturação no inicio do verão devendo ser colhidos gradualmente à medida que amadurecem. A maturação verifica-se quando o capucho seca e quando o fruto muda de cor.

É preciso ter em atenção que as folhas de physaliz e os frutos verdes são tóxicos.

A minha experiencia com o Physalis em Portugal


Apesar do physaliz ser uma planta de origem tropical ela dá-se perfeitamente em Portugal, eu diria bem demais até. Quando se têm um pé de physaliz uma vez, nunca mais acaba, as sementes são transportadas pelos pássaros e vão nascendo pequenas plantas por todo o lado. Eu já nem planeio a sementeira, aproveito sempre as plantas nascediças. Outra característica desta plantas é a sua capacidade de adaptação, é certo que logo que aparecem as primeiras geadas, as folhas queimam-se e caem e a planta desaparece quase na totalidade, porém logo no inicio da Primavera ela rebenta e cresce rapidamente sem grandes cuidados. A minha produção de phiysalis é sempre muito generosa e eu comecei a desidratar os meus frutos e como-os pelo ano forra sob a forma de passas.

Nomes populares: Physalis, fisális, capuchinhos,  cereja de Judeu, capota, lanterna chinesa, bucho de rã, alquequenje, tomate de capuz, tomatinho, tomate silvestre, saco de bode, golden berry.

5 comentários:

  1. Physalis, pelas suas propriedades químicas nutricionais, medicinais, cosmeticas, pela sua resistência a pragas doenças e baixa exigência hídrica e por ser uma solanacea talvez seja viável ao melhoramento do cultivo do tomate caqui, seja como porta encherto ou fortalecimento genético. A priincípio um cruzamento com tomate cereja pode se ter um tomate tipo saco de bode como é conhecido aqui no sul da Bahia. Até lá vou apreciando o que por aqui é erva daninha. Ouro pisoteado, considerando os preços que tenho visto em algumas praças..

    ResponderEliminar
  2. como consigo semente ou muda dessa planta, pois tenho quintal com excelente espaço disponível para cultivo 360m². obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá em mercados comprar as frutinhas e plante é muito fácil cultivar. Mercado japonês tem.As grandes confeitarias da sua cidade podem te informar onde compram. Se vc morar em SP eu te mando

      Eliminar
  3. Ola,
    Parabens pelo blog ;)

    Deixo o meu blogue sobre physalis e aproveito para deixar a ideia que compramos fruta de physalis.
    Blog - physalisperuvian.blogspot.pt
    Atentamente
    Luis Manso

    ResponderEliminar
  4. Olá, primeiramente gostaria de parabenizar você por seu Blog, depois gostaria de saber se pode me ajudar. Eu tenho um pé de Physalis aqui em casa, ele produz bastante, mas tem algum bicho comendo as folhas e os frutos, já tentei encontrar e ainda não consegui. Não quero passar produtos químicos, tem alguma receita caseira e orgânica que possa me ajudar combater essa praga?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...