Cultivo do Alho Porro (alho Francês)

O alho porro (Allium porrum) mais conhecido por alho francês é uma planta herbácea bianual, cultivada como anual. Pertence à  família Aliáceas, tal como o alho e a cebola. Este vegetal já era conhecido pelos Egípcios, gregos e romanos, atualmente é conhecido nos quatro cantos do mundo, onde ganha espaço nos mais diversos tipos de pratos. É uma hortícola rústica e particularmente valiosa para os que vivem nas regiões mais frias. Apresenta um valor nutritivo importante, contém vitamina C, vitamina A, fibras, proteínas e várias minerais, entre os quais se destacam o magnésio, o ferro e o potássio.

Características do alho Francês 


O alho Francês produz folhas longas, que formam um falso talo cilíndrico, suculento e esbranquiçado na zona subterrânea. Cresce em média de 40 a 60 cm de altura e o talo alcança 3 a 6 cm  de diâmetro. As raízes são fasciculadas e pouco profundas. As flores agrupam-se e formam um grupo de forma esférica, suas cores podem ir do branco, ao roxo. Após a polinização surgem pequenos frutos com aspeto de cápsula que enceram pequenas sementes pretas achatadas.

Solo e localização ideal do cultivo do alho Francês


➢O alho francês é um legume de crescimento lento, deverá escolher um local, com a consciência de que a planta ocupará o lugar por muito tempo, acima dos 120 dias.
➢Aprecia clima ameno com temperaturas situadas entre os 13º e os 24º. Pode perfeitamente ser cultivado em climas mais quentes, desde que se mantenha o solo húmido. Suporta bem o frio e resiste bem às temperaturas baixas.
➢Exige locais arejados e ensolarados, a sombra limita o seu engrossamento.
O alho porro aprecia solos férteis, com boa drenagem e arejados, o pH ideal encontra-se na faixa do 6,0 e 6,8. Requer terra bem preparada, que deve ser cavada em profundidade e estrumada durante o inverno.

Sementeira e plantação do alho porro


➢ Sementeira: Deve ser realizada durante todo o ano, de modo a propiciar colheitas regulares. Durante os períodos frios a sementeira deverá ser realizada em modo protegido.
As sementes são lançadas à terra e cobertas com pouca terra. O solo deve ser mantido húmido, mas sem exagero. A temperatura ideal de germinação situa-se entre os 15º e os 20º, nesta fase deve ser evitada a luz direta. A germinação dá-se após duas semanas e as novas plantas estarão prontas para o transplante logo que alcançarem duas ou mais folhas e 15 a 20 cm.

➢ Transplante: O transplante deve ser efetuado preferencialmente em dias nublados ou na impossibilidade, escolha o fim do dia.
O espaçamento entre plantas deverá situar-se nos 10 X 40 cm. O transplante das pequenas plantas será facilitado se aparar a ponta das folhas e das raízes. Abra um buraco com aproximadamente 15 e enterre as plantas, com o cuidado de deixar uns 5 cm de folhas verdes. Regue generosamente, principalmente até as plantas se apresentarem "bem pegadas".

Manutenção da cultura do alho Francês


➢Realize sachas superficiais de modo a retirar as ervas daninhas e manter o solo arejado. As raízes do alho francês são superficiais, procure não as danificar com sachas demasiado profundas.
➢ Cerca de 30 dias antes da colheita, vá amontoando a terra à volta do alho porro, de modo a originar pseudocaules longos e brancos.
➢A rega deverá ser abundante e regular, de modo a manter o solo húmido mas sem encharcamento. A falta de água poderá levar a planta a ficar fibrosa. Já o excesso poderá levar ao aparecimento de fungos.
➢ O alho porro não é muito exigente a nível de adubação, porém agradece um bom estrume curtido, mas não suporta o fresco. Poderá ser fertilizado com chorume de urtiga, que apresenta um bom teor de nitrogénio. (Como preparar chorume de urtiga)

Colheita do alho porro


A colheita do alho porro, geralmente dá-se cerca de 120 dias depois da sementeira no verão e 150 dias no inverno. Visto que o alho porro não se conserva convenientemente fora da terra, deve-se ir arrancando gradualmente à medida do consumo. Normalmente se regado convenientemente,  o alho
porro só começara a ficar duro quando começarem a surgir os sinais de espigamento.

O arranque deve ser feito com suavidade de modo a evitar a sua ruptura. Regar abundantemente antes da apanha, poderá facilitar o arranque.

É aconselhável deixar algumas plantas florirem e deixar o processo se realizar até ao fim. As sementes têm um a capacidade germinativa de dois anos e podem facilmente ser usadas para um novo cultivo. Além disso depois da morte da planta mãe, surgirão ao redor pequenas plantas que poderão ser plantadas posteriormente.

Curiosidades sobre o alho porro


Têm-se observado que os tomateiros plantados intervaladamente com o alho porro têm tido menos incidência de doenças e pragas. Acredita-se que o facto se deve às raízes do alho porro. O seu sistema radicular fasciculado, apresenta propriedades antibióticas e acredita-se que protejam as raízes do tomateiro contra fungos, bactérias e nemátodos.

O alho porro é igualmente conhecido por alho Francês, supõe-se que a origem do nome esteja relacionada com o facto deste vegetal ser muito utilizado na culinária Francesa onde é conhecido por poireau. Mas os seus nomes não se ficam por aqui ele também pode ser encontrado pelo nome de alho macho, alho poró, porro hortense e porro bravo.

O alho Francês é um símbolo do país de Gales. É um legume amplamente usado neste país, fazendo parte dos rituais de São David.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...