Poinsétia- Estrela de Natal

Cuidados com a Poinsétia- Estrela de Natal
A estrela de Natal ou poinsétia (Euphorbia pulcherrima) é uma planta arbustiva com caules lenhosos, originária do México. Floresce no Inverno e geralmente no Natal dá sempre o ar da sua graça, um motivo que a levou a ser apelida de flor do Natal.

O que parecem flores, na verdade são folhas modificadas chamadas de brácteas. Elas têm a função de atrair os polinizadores, já que as flores propriamente ditas são muito pequenas, insignificantes e pouco atrativas. Uma característica que também encontramos no Antúrio: (Como cultivar o antúrio).

Solo e localização ideal da Estrela de Natal


As poinsétia apreciam uma elevada exposição solar, 6 a 8 horas de sol por dia. Quando cultivadas em ambientes de interior, elas apenas se adaptam em locais bem iluminados, fora de correntes de ar e longe de aparelhos de aquecimento. A temperatura ideal situa-se entre os 17 e os 20º, apesar de florir na estação fria, a flor de Natal é sensível às temperaturas baixas.

As estrelas de Natal são vendidas em vaso com a finalidade de alegrar o interior das nossas casa na época festiva do Natal, contudo elas são plantas de exterior. Quando plantada diretamente no solo elas podem crescer até 4 metros de altura. Contudo elas necessitam de um clima ameno para sobreviver, se as colocarem num local abrigado, protegido das correntes frias e da geada,é possível que elas se adaptem ao clima. O ideal é esperar que as temperaturas minimas aumentem na Primavera, colocamos a planta na rua e possibilitamos que ela se habitue lentamente às passagens das estações e aumentamos as chances de ela sobreviver ao próximo Inverno.

O substrato deve ser poroso e arenoso, rico em matéria orgânica e com boa drenagem. Uma boa possibilidade passa por misturar turfa com areia lavada e grãos de poliestireno (bolinhas de isopor), de modo a obter uma mistura leve e arejada.

Principais cuidados com a Estrela de Natal


Ao plantar a flor de Natal, tenha o cuidado de escolher um vaso com o diâmetro 2 vezes maior que as suas raízes. Após aconchegar a terra à planta, regue a base. A cada duas semanas forneça um adubo liquido diluído na água da rega.

A rega deve ser regular, evite acumular água na base do vaso. Ela  aprecia solo ligeiramente húmido, porém é recomendado deixar secar ligeiramente a terra entre as regas. As irrigações excessivas levam ao apodrecimento das raízes e posterior deterioração da planta, a falta de água leva à queda das folhas.

É recomendada uma poda radical na Primavera, após a floração. Deixe-a apenas com uns 15 a 20 centímetros, a finalidade é renovar a planta e estimular a rebentação de vegetação nova. Após este procedimento, coloque-a num lugar luminoso e fresco e reduza as regas, deixe que o substrato seque parcialmente.

Como multiplicar a poinsétia


Na Primavera corte estacas jovens com altura de 7 a 10 centímetros de comprimento. Coloque-as imediatamente em água, de modo a interromper o fluxo de seiva. De seguida passe-as por hormonas de enraizamento e plante-as num vaso com uma mistura de turfa e areia.
Cubra os vasos com um plástico ou garrafa transparente e mantenha-os num ambiente entre os 18 e os 21º.
Após surgirem as primeiras folhas, transplante-as para um vaso maior e siga os procedimentos normais.

Floração da Estrela de Natal


O período de floração da flor de Natal ocorre entre Outubro e Fevereiro, que coincide com a época natalícia. Em algumas partes do globo o Natal não coincide com o Inverno, contudo encontraram uma forma de a fazer florir nessa época. "Enganam a planta", diminuindo as horas de sol e descendo a temperatura ambiente. Em casa poderá fazê-lo tapando a planta com um cartão no final da tarde, calculando que ela obtenha 14 horas de escuridão.

Existem flores (brácteas) nos mais diversos tons, as mais comuns são as poinsétias vermelhas, mas também existem  rosadas, brancas, amarelas,  cremes, alaranjadas e há inclusive espécies com duas tonalidades. É possível controlar o tamanho, se quiser obter brácteas menores, corte a ponta dos caules de maneira a favorecer o crescimento de novos galhos. Se pretender brácteas grandes, reduza o numero de caules.
No fim da floração as folhas coloridas da estrela de Natal caem e dão espaço às folhas verdes.

Curiosidades sobre a Poinsétia


A seiva da planta do Natal é venenosa, é necessário ter cuidados acrescidos quando há crianças ou animais por perto, mantendo a planta fora do seu alcance. Devem ser usadas luvas no seu manuseamento e caso a pele entre em contato com a seiva, lave abundantemente. A seiva leitosa é toxica e pode pode provocar irritações e inflamações. Quando ingerida pode causar vômitos, náuseas, diarreia.

Esta planta era especialmente apreciada pelos astecas que a consideravam simbolo da pureza. Eles usavam as suas brácteas, que são as folhas alteradas de cor vermelha às quais chamamos flores e usavam-nas no tingimento de tecidos. Com a seiva da poinsétia, eles preparavam medicamentos contra a febre.

Nomes comuns: poinsétia, poinciana, flor de Natal, bico de papagaio, estrela de belém, flor de Natal, rosa de Natal, manhã de pascoa.

Sem comentários:

Enviar um comentário