Calda inseticida de sabão

Calda inseticida de sabão
A Calda de sabão inseticida têm ganhado adeptos ao longo dos últimos anos, cada vez mais as pessoas procuram soluções menos perigosas para o ambiente e para a saúde.

Todos os que gostam de jardinagem, já se depararam em algum momento com as pragas sugadoras, sugam a seiva das planta, causam o definhamento da planta e atrasos no seu crescimento. Existem várias soluções amigas do ambiente,  alternativas que não libertam químicos ou resíduos prejudiciais. Muitas dessas soluções podem ser preparadas com ingredientes que temos em casa e algumas delas são preparadas com sabão. Veja também outras: Soluções naturais

Como preparar 2 caldas de sabão inseticida em casa


Estas caldas naturais são poderosas , podem ser usadas no jardim, na horta, em árvores frutíferas e nas plantas de interior. Apresentam eficacia contra insetos de corpo mole e vários organismos sugadores: pulgão, piolho, lagartas, ácaros, mosca branca e cochonilha.

Calda inseticida com óleo:
10 L de água
200 gr de sabão de potassa ou azul ralado
100 ml de óleo vegetal (óleo de cozinha)
Dissolva o sabão em metade da água e mexa até a mistura se apresentar diluída. Acrescente o óleo, mexendo sempre energicamente e junte a água restante. Deixe a calda arrefecer na totalidade antes de fazer aplicação. Se preferir coloque o sabão na água e deixe de um dia para o outro. Pulverize as plantas de um modo uniforme.

Calda inseticida com vinagre:
100 gr de sabão azul ralado
1 L de água
2 colheres de sopa de Vinagre (pode trocar por álcool)
Coloque o sabão numa garrafa com 1 L de água e agite até dissolver o sabão.
Na hora de usar acrescente mais 2 Litros de água e duas colheres de sopa de vinagre. Coloque num pulverizador e borrife as plantas, cobrindo os insetos na totalidade. Leia mais sobre: O uso do vinagre na horta e no jardim

Cuidados e modo de aplicação da calda inseticida de sabão


O modo de atuação desta calda passa por envolver o corpo das pragas com uma película impermeável que mata o organismo por asfixia. Procure pulverizar a planta por inteiro, de modo a atingir todos insetos e permitir que a solução atue na totalidade. São necessárias várias aplicações para que o extermínio da praga seja bem sucedido. Faça pelo menos uma aplicação por semana, num período minimo de 3 semanas.
Pulverize sempre no final do dia, quando o sol está menos forte e há menos riscos de queimar as folhas. Esta calda inseticida não requer intervalo de segurança ente o tratamento o e o consumo da planta.

Nota final: Paralelamente ao tratamento é recomendada a observação das plantas, é importante não deixar as maleitas evoluírem, é sempre mais fácil e trata-las numa fase inicial.
Geralmente as plantas adoecem por falta de condições, ficam debilitadas e são alvo das doenças e das pragas. Isso acontece por falta ou excesso de água, falta de nutrientes ou fertilização exagerada, demasiado calor ou frio, ventilação insuficiente, luz inapropriada, entre outros. Tome estes fatores em consideração e retifique o que estiver errado.

2 comentários: