Camélia - Camellia japonica

Flor de Camélia - Camellia japonica
A camélia (Camellia japonica) pertence ao gênero camellia e à família Theaceae, a mesma da planta do chá. Segundo as crenças orientais, a flor da camélia representa romantismo, devoção e persistência no amor.

É uma planta arbustiva de porte médio ou alto com crescimento lento, que atinge 1,5  a 6 metros de altura. A copa é alongada e densa, com ramos numerosos e compactos. As folhas são coriáceas com tonalidade verde escuro brilhante e  serrilhadas na margem.

As flores surgem solitárias ou aos pares nas axilas das folhas, de acordo com a variedade começam a aparecer de Outubro até Maio. Apresentam uma grande variedade de tamanhos, cores e tonalidades, podem ser simples, semi dobradas ou dobradas. Além do seu potencial ornamental as flores da camélia também são comestíveis, podem ser consumidas e cozinhadas de várias formas, em saladas, doces, geleias, refogados e chá.

Cuidados com as camélias (Camellia japonica)


Clima e localização: Gostam de clima ameno temperado, com Invernos pouco rigorosos, mas suportam temperaturas negativas (até -12º). Embora tolerem o sol, é preferível colocá-las à sombra ou meia sombra, direcionadas a Norte ou Nordeste.
Quando cultivadas dentro de casa, certifique-se de as colocar num ambiente bem iluminado, fresco, longe de fontes de calor e tenha o cuidado de não as mover ou girar.

Solo: A camélia é uma especie acidófila, não prospera bem em solos calcários, exige um solo levemente ácido, entre 6 e 6,5 de pH, rico em matéria orgãnica, fresco, húmido e ao mesmo tempo bem arejado. Os solos calcários impedem a planta de absorver certos nutrientes como fosforo o potássio, levando ao crescimento desadequado da planta e consequentemente à falta de floração.

A rega: A irrigação deve ser regular, mas não excessiva, evite usar água calcária. A camélia não gosta de passar sede mas também não tolera solos encharcados.

Poda da camélia:A poda da camélia deve ser ligeira, é realizada com a finalidade de manter o porte e a planta limpa, deve ser executada preferencialmente após a floração. Devem ser removidos ramos doentes e secos, flores murchas e secas, de modo a evitar resíduos que possam ocasionar doenças.

Cuidados: A camélia gosta de uma boa humidade ambiental, pulverize as folhas regularmente, execute esta operação no final do dia de modo a evitar as queimaduras solares. No Inverno coloque uma camada de matéria vegetal seca, de modo a auxiliar a planta contra as temperaturas negativas.

Botão de Camélia - Camellia japonicaFloração da camélia: Os botões florais das camélias são grandes e pesados, precisam de um bom aporte de nutrientes para abrir, principalmente de fosforo e potássio. Forneça um adubo rico nestes dois minerais (NPK 4-14-8) ou distribua um estrume bem curtido sob a copa da árvore logo no inicio dos primeiros sinais de floração.

Usos das camélias: Podem ser usadas isoladas como planta de destaque no jardim, como cercas vivas ou em vasos. As flores são usadas como flor de corte, assim como os ramos folhados são usados como complemento de arranjos florais.

Camélias em vasos: Se quiser cultivar a camélia em vaso escolha um que seja grande, no minimo 50 centímetros de largura e profundidade e tenha o cuidado de não mudar nem rodar o vaso, principalmente durante a fase da floração, sob o risco dos botões florais abortarem.

Aspectos sensíveis das camélias


Queda dos botões florais: A falta de fosforo e potássio, pode estar na origem do fracasso da abertura das flores, se for o caso, administre um adubo rico nestes dois nutrientes. O calor associado à humidade excessiva também potenciam a queda e apodrecimento dos botões florais.

Folhas enroladas: Quando as folhas se apresentam enroladas ou encaracoladas e pegajosas, indicam a presença de pulgões. Pulverize com uma calda de sabão: Como preparar uma calda inseticida de sabão.

Folhas amareladas: As plantas acidófilas têm uma forte predisposição para sofrer de clorose, quado cultivadas em solos alcalinos, sendo os sinais mais evidentes a descoloração das folhas e bordas castanhas, a planta pode mesmo colapsar. Aplique um produto rico em ferro e uma boa camada de húmus ou composto na Primavera e no Outono.

Aparecimento de cochonilha: Estes insetos de carapaça castanha ou branca (tipo algodão), instalam-se nas partes menos visíveis da planta. Provocam atraso de crescimento, perda de folha, deformação e podem inclusivamente levar ao colapso da planta. Remova-as com um algodão embebido em álcool, ou pulverize-as com: Detergente da louça diluído num pouco de água, faça-o fora das horas de calor.

Aparecimento de formigas: O aparecimento destes insetos está associado a outras pragas como cochonilha ou pulgão. Faça uma inspeção à camélia e entenda o foco do problema. Veja também: Como acabar com as formigas.

Pó branco: O aparecimento de oídio manifesta-se como um pó branco acinzentado sobre as folhas das plantas, é coincidente com temperaturas amenas e humidade alta. Mantenha a planta arejada e evite molhar as folhas, regue a planta na base. Trate com um enxofre molhável.

Como Reproduzir Camélias


A camélia propaga-se por alporquia, por meio de sementeira ou de estacas da ponta dos ramos de árvores adultas e sadias, após a floração.

Estaca: No fim da Primavera até ao inicio do Verão, escolha estacas semi lenhosa da ponta de uma planta sadia, com aproximadamente 10 a 15 centímetros de comprimento, o corte deve ser limpo e oblíquo, próximo ao nó. Retire as folhas da base e plante num num substrato ácido e húmido. Poderá acelerar o processo de enraizamento mergulhando a base da estaca num enraizante. Após 6 meses as estacas já começam a emitir algumas raízes. Veja como fazer: Hormonas de enraizamento caseiras.

Alporquia: Na Primavera selecione um ramo jovem com aproximadamente 1 cm de diâmetro. Retire um anel de casca em todo o redor do ramo com aproximadamente 1 centímetro. Envolva a zona do corte anelar com musgo, turfa ou terra, forre com plástico preto e amarre-o em ambas as extremidades. Deixe uma pequena abertura na parte superior, que permita regar a estrutura. Mantenha o substrato húmido, com especial cuidado nos meses de maior calor. O processo de enraizamento pode levar mais de um ano.

Sementeira: A sementeira é realizada na Primavera. Uma planta multiplicada por este método pode demorar até 10 anos a florescer, além da grande possibilidade de apresentar características diferentes da planta mãe.

Nomes populares: camélia, cameleira, japoneira.

Fotos: Pixabay

Sem comentários:

Enviar um comentário