Aeonium haworthii

Aeonium haworthii  é uma planta suculenta perene da família Crassulaceae, nativa das ilhas das canárias, onde cresce em penhascos.

A aeonim cresce de um modo livre sob forma arbustiva ramificada. Os caules são lenhosos e soltam raízes aéreas, na extremidade dos galho surgem as rosetas. As folhas são grossas com tonalidade verde acinzentado com margem tingidas de vermelho, quando adequadamente expostas ao sol.

As flores apresentam tonalidade amarelo pálido, surgem no fim da Primavera e durante o Verão, ao longo de uma inflorescência ramificada. Surgem nas rosetas mais antigas, sendo que depois da floração estas morrem, dando lugar às rosetas mais novas.

Como cuidar a Aeonium Haworthii


 Luz: Aprecia um local com boa luminosidade. Embora seja uma planta resistente ao sol e às altas temperaturas, ela prefere uma exposição solar equilibrada, da-se bem numa combinação de sombra e sol.

 Temperatura- É resistente ao calor e ao frio, contudo crescerá de um modo mais equilibrado se lhe for proporcionada proteção durante estas fases. Ao contrário da maioria das plantas, as aeonium apresentam um crescimento mais ativo no Inverno do que no Verão.

 Regas: As aeonium são tolerantes à falta de água, contudo estas plantas apreciam regas mais regulares comparativamente a outras suculentas, pelo facto de apresentarem um sistema radicular pequeno e superficial. Contudo vale lembrar que o excesso de água pode provocar o apodrecimento das raízes.

 Solo:  Dá-se numa grande diversidade de solos, desde que estes apresentem boa drenagem e porosidade.

 Transplante: Faça o replantio a cada dois a três ano no Outonos. A intensão é renovar a terra e facilitar o crescimento da suculenta.

 Cuidados: No Outono, forneça uma adubação leve e equilibrada, tipo 10-10-10. Não necessita de poda, mas beneficiará se lhe cortar os ramos com má aparência ou muito velhos, remova folhas secas e murchas.

 Pragas e doenças: As aeonium são praticamente livres de pragas e doenças, contudo convém vigiar um possível aparecimento cochonilhas ou pulgões, principalmente se passaram por períodos de seca.

➢ Multiplicação: A aeonium propaga-se por estaca de caule, colocada em substrato arenoso ligeiramente húmido. Terá melhor sucesso nesta tarefa se a realizar  quando a suculenta se apresenta em fase de crescimento ativo. Também é possível reproduzir a planta através das sementes. A sementeira é realizada no Verão, em ambiente com temperatura situada entre os 19 e os 24ºC.

Curiosidades sobre a Aeonium Hawortii


Nomes populares: Cata vento, planta do ar, sempre vivas.

As aeonium compreendem cera de 75 especies, o cultivar "Kiwi" é um dos mais populares. São plantas modestas e duráveis, crescem com poucos cuidados ano apos ano. Prestam-se a jardins de pedras, terrários, vasos, plantio de solo. O nome aeonium deriva da palavra grega "aionios" que quer dizer imortal.

Leia também: Guia dos cactos e suculentas

Sem comentários:

Enviar um comentário