1.29.2015

O estrume


O estrume é um correctivo físico de elevada importância para a agricultura. Contém inúmeras quantidades de nutrientes, estimula a vida na terra, reverte solos pesados tornando-o mais soltos, ajuda a reter a humidade e até ajuda a reter alguns dos nutrientes fornecidos pelos adubos, retardando a sua lixiviação, ou seja o seu arrastamento pela água.

O valor do estrume


O valor do estrume varia muito com a espécie pecuária em questão, com o tipo de alimentação, com o tipo de material usado nas camas e principalmente como este é guardado. Os nutrientes contidos no estrume são facilmente e gradualmente absorvidos pelas plantas.

No geral uma tonelada de estrume bem acondicionada e conservada contém em média cerca de 5 kg de azoto (N), 3 kg de fosforo (P), e 7 kg de potássio (K). O estrume de galinha é um dos mais rico em azoto (N) e fosforo (P).
A composição do chorume é bastante variável e depende muito da quantidade de água que lhe é adicionada.

A conservação do estrume é muito importante, já que este perde grande parte do seu valor, principalmente a parte liquida muito rica em elementos nobres. Perde por volatilização (perdem-se no ar) ou por lixiviação ( arrastados pela água) .
Uma das formas de conservar a parte líquida é aplicar quantidades adequadas de palhas ou matos nas camas dos animais.

Por norma durante a fermentação dá-se alguma perda de azoto (N) para a atmosfera, por volatisação. Para minimizar este efeito aplique superfosfato ás camas dos animais.
Aplique 500 gr por dia na cama dos animais de grande porte, 100 gr por dia e por cada m2 nos currais do gado ovino, 100 a 150 gr por dia e m2 nas pocilgas e 30 gr por m2 duas vezes por semana nos aviários.
A aplicação de superfosfato enriquece o estrume, ajuda a prevenir algumas doenças como mamites, diarreias entre outros e ainda ajuda a diminuir os maus cheiros.

O estrume depois de espalhado sobre a terra deve ser imediatamente enterrado.
Nunca junte cal ao estrume. Quando houver necessidade de efectuar uma calagem, espalhe primeiro o calcário e só depois o estrume. Enterre imediatamente com a lavoura.

Composição média do estrume por tonelada


Bovinos
Matéria orgânica: 186 kg
Azoto (N): 5 kg
Fosforo (P): 3 kg
Potássio (K): 7 kg
Oxido de cálcio (CaO): 5 kg

Equídeos
Matéria orgânica: 172 kg
Azoto (N): 5 kg
Fosforo (P): 4 kg
Potássio (K): 3 kg

Ovinos
Matéria orgânica: 226 kg
Azoto (N): 10,1 kg
Fosforo (P): 7 kg
Potássio (K): 8 kg

Suínos
Matéria orgânica: 196 kg
Azoto (N): 8 kg
Fosforo (P): 10,2 kg
Potássio (K): 6 kg
Oxido de cálcio (CaO): 7 kg

Galináceos
Matéria orgânica: 219 kg
Azoto (N): 9 kg
Fosforo (P): 13 kg
Potássio (K): 7 kg
Oxido de cálcio (CaO): 18 kg

Sem comentários:

Enviar um comentário