8.30.2014

Cultivo da macieira

Características da macieira


As macieiras são fruteiras de clima temperado da família das rosaceae, por norma entram em floração na primavera e colhem-se no Outono.
O consumo regular da maça acarreta muitos benefícios para a saúde e é a fruta que à excepção da laranja que aguenta mais tempo em armazenamento, sem perder as suas qualidades nutritivas. Leia mais: Os benefícios da maçã

Solo e localização ideal da macieira


➣ As macieiras apreciam um local protegido de ventos fortes e que sejam soalheiros. O sol é de extrema importância, para que as maçãs desenvolvam toda a sua coloração e sabor. Poderão tolerar algum sombriamento, desde que recebam metade da luz diária do sol.
➣ Os locais ventosos poderão dificultar a polinização dos insectos, por interferir no voo destes invertebrados. Nos locais mais expostos, o uso de cortinas de vento, sejam de vegetação ou de qualquer outro meio artificial, poderão ser a solução.
➣ A macieira prefere solos de textura franca, com boa drenagem e com profundidade superior a 60 centímetros.
Poderá tolerar solos arenosos e ligeiros desde que lhe incorpore matéria orgânica e regue assiduamente.

Plantação e adubação das macieiras


➣ Efectue a plantação das macieiras na época de repouso, ou seja de Novembro a Março.
A profundidade deve ser a mesma a que a macieira estava sujeita no viveiro. É recomendado uma boa distribuição das raízes.
É importante dar preferência a macieiras com idade superior a um ano, não são recomendadas as árvores com mais de três anos.
O solo deve ser preparado antecipadamente no inicio do Outono, incorporando matéria orgânica.

➣ Em Fevereiro, remover as ervas daninhas num raio de 60 centímetros. Incorporar matéria orgânica, ou um adubo composto e enterrar ligeiramente.
Caso possua cinzas de madeira, não hesite em aplicá-las, são ricas em potássio e ainda aportam algum cálcio e fosforo ao redor da macieira. Mais sobre: As cinzas de madeira e a sua aplicação na agricultura

➣ As macieiras pequenas, beneficiam com um bom empalhamento numa camada de 5 cm de espessura, à volta do troco, sem contudo entrar em contacto com o mesmo.

Podas da macieira


As podas devem ser efectuadas no inverno, de Novembro a Fevereiro, é recomendado evitar as alturas em que a temperatura do ar se situa abaixo do congelamento.
Remover todos os ramos cruzados e todos os "ramos ladrões"
Toda a madeira morta, doente, descamada ou com más formações deve ser retirada. Sempre com o cuidado de fazer um corte inclinado, de forma a permitir que a água escora pelo tronco e não se acumule provocando podridões.
Pode os restantes galhos, cerca de metade do seu comprimento. Esta prática vai incentivar o engrossamento do ramo e promover a floração da macieira para o ano seguinte. Ao fazer o corte tenha sempre o cuidado de o fazer acima de um broto que esteja virado para fora.

Pragas e doenças da macieira


O pedrado, o míldio e o cancro são normalmente as doenças que causam maiores prejuízos na macieira. 
Podem ser controlados por meio de aspersões regulares com um fungicida adequado, começar no inicio da emergência dos gomos e fazer o ultimo tratamento em Julho. Nos casos de cancro deve-se eliminar a madeira morta, limpar e passar um produto ungento apropriado nas feridas.
Após a colheita das maçãs e a queda de 50% das folhas, deve-se fazer uma pulverização com uma solução de cobre, repetir a operação à emergência dos gomos.

Quanto ás pragas podemos apontar os afideos, o bicho da fruta, as lagartas das folhas e as larvas da traça. Deve usar um insecticida sistemico contra os afideos, fenitrotião contra as lagartas.

Colheita  armazenamento das maçãs


A época de colheita varia muito das condições do ano decorrente, ou até mesmo da região de instalação do pomar. Por norma esta dá-se entre Agosto e princípios de Setembro. Não deve esperar pela maturação total, as maças depois de apanhadas continuam a amadurecer. A fruta com maior exposição aos raios solares amadurece primeiro e é por estas que deve-mos iniciar a apanha.
Tenha estremo cuidado no manuseamento das maçãs e só armazene as que se apresentarem em bom estado sanitário. Faça a colheita em dias secos, de modo a evitar a possibilidade da humidade provocar fungos.
Armazene em local escuro, fresco e  seco. O ideal de armazenamento seria um local com uma temperatura média entre os 2º e os 5º.

1 comentário: