5.29.2014

Cultivo do feijão

Cultivo do feijoeiro e colheita do feijão

Características do feijoeiro


O feijoeiro é uma planta horticultura com uma grande importância na alimentação humana. Pode ser cultivado desde os fins da primavera até até meados de outono. Existem muitas variedades desde as trepadoras até às variedades anãs, sendo as segundas mais viáveis para uma produção mais precoce.
O feijoeiro assim como outras leguminosas têm rizóbio na raiz, que têm a capacidade de captar o azoto do ar, o que faz desta planta uma boa aliada para melhorar a fertilidade do solo.

Solo e adubação do feijoeiro


O feijoeiro prefere solos leves e profundos em locais abertos e soalheiros.
Antes da sementeira ou plantação enterrar uma quantidade generosa de matéria orgânica.
Se optar pela adubação química deve dar dar preferência  para um adubo rico em fosforo e potássio. Para uma adubação mais natural têm a opção de acrescentar cinza de madeira que também têm uma quantidade generosa destes dois elementos.

Sementeira e plantação do feijão


Para o feijão germinar necessita de uma temperatura mínima de 10ºC, daí só ser aconselhada a sua sementeira apartir dos finais da primavera. Como alternativa para colheitas mais precoces pode optar por semear em tabuleiros numa estufa.
Semear a semente de feijão a uma profundidade de 5 cm com distancia de 15 cm e 60 cm entre sulcos, no caso do feijão trepador.
A variedade de feijão anã, obedece também à profundidade de 5 cm mas com uma distania de 8 cm e 45 cm entre linhas.
A plantação das plantas semeadas em abrigo obedece às mesmas distancias, mas só deve ser efectuada após passar o perigo das geadas.
Para as variedades trepadoras deve-se optar por suportes fortes com uma altura a rondar os 2 metros.
Tradicionalmente usam-se as canas, mas actualmente já é bastante recorrente o uso de postes ligados por arame e fio ou rede para suporte da planta.

Tratos culturais da planta do feijão


No inicio da vegetação deve-se regar com moderação.
A partir da floração a planta requer muita humidade, a qual pode ser conservada com o empalhamento ou pela aplicação de cartão ao redor dos pés do feijoeiro.

Pragas e doenças do feijoeiro


Numa fase inicial as lemas e os caracóis podem causar grandes danos às plantas, contudo com algumas medidas podem-se controlar os estragos. (Ver como controlar caracóis e lesmas)
Em épocas húmidas a podridão cinzenta causada pelo fungo brotrytis pode causar grandes estragos. A melhor forma de a prevenir é assegurar uma boa ventilação à volta das plantas.
O pulgão e a psila são algumas das pragas recorrentes do feijoeiro, contudo devem-se tentar os métodos naturais para as controlar e só em caso de insucesso é que se deve partir para os meios químicos.

Colheita e armazenamento do feijão


O feijão verde deve ser colhido com regularidade para promover a formação de novas flores.
Para uma produção constante de feijão verde deve-se escalonar as sementeiras.
O gorgulho é um grande inimigo no armazenamento do feijão seco. Meter o feijão seco na arca congeladora por dois dias é uma prática infalível no combate desta praga.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...