1.05.2014

Como fazer compostagem


Fazer compostagem

Vantagens da compostagem:


"Na natureza nada se cria nada se perde, tudo se transforma"

A compostagem é a decomposição e fermentação de resíduos  que podem ser de origem vegetal, animal ou mineral. Os restos são amontados de modo a haver uma retenção de calor, sendo a temperatura ideal de 60º a 70º. O processo deve decorrer num ambiente húmido e arejado. O composto fica pronto ao fim de 2 a 12 meses dependendo dos materiais usados. Saberá que o composto está pronto quando este apresentar a cor castanho escuro, uma textura granulosa e o cheiro agradável a terra. A compostagem difere da decomposição natural por:

  • Eliminar os organismos patogénicos, reduzindo assim a propagação de doenças.
  • Eliminar as sementes ou outros órgãos de propagação de infestantes.
  • Mais rapidez na transformação dos materiais em matéria orgânica.
  • Um resultado mais equilibrado, devido aos vários tipos de materiais usados.

A adição de matéria orgânica resultante da compostagem ou de outro meio é muito importante para o solo e para as culturas por:

  • Melhorar a estrutura do solo, a circulação da água e do ar no mesmo, a penetração as raízes das plantas e diminuir os riscos de erosão. 
  • Tornar o solo menos sensível às secas por aumentar a sua capacidade de retenção de água.
  • Por ser excelente fonte de nutrientes como o azoto, o fosforo, o potássio e inúmeros micro nutrientes e melhorar a capacidade de retenção destes elementos.
  • Aumentar a capacidade biológica do solo, inúmeros microrganismos essenciais ao solo e ás plantas.

Transforme o seu lixo em matéria orgânica 


A compostagem permite-lhe fazer uso de vários materiais que por norma iriam parar num aterro sanitário e a possibilidade de oferecer às suas plantas um composto rico em nutrientes e uma fertilização ecológica.

Materiais que pode adicionar à compostagem:


  • Lixo doméstico, praticamente todo o lixo orgânico da cozinha pode ser utilizado em compostagem, excluindo restos de carnes ou peixe por atraírem vermes, moscas e resultam em maus cheiros.
  • Estrumes dos animais
  • Podas das árvores e arbustos, difíceis de serem degradados, mas em contrapartida deixam as pilhas volumosas e facilitam a penetração do ar.
  • Relva do jardim e folhas
  • Palhas ou fenos em pequenas quantidades.
  • Serradura, apresentam uma degradação bastante lente, convém alterná-las com elementos mais acelerados como esterco.
  • Papeis e cartão, excluindo os papeis coloridos devido às tintas tóxicas e não biodegradáveis.
  • Cinzas são uma óptima fonte de potássio e fosforo.
  • Penas, são muito ricas em nitrogénio.

    Sem comentários:

    Enviar um comentário

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...