Kalanchoe tomentosa - Orelha de gato

Cuidados da Kalanchoe tomentosa - Orelha de gatoA Orelha de gato (Kalanchoe tomentosa) é uma planta suculenta da família Crassulaceae, nativa da ilha Africana de Madagascar.
É uma planta de ciclo perene com crescimento lento, que apresenta um caule curto e ramificado com folhas espessas de formato oblongo lanceolado, cobertas por pelos curtos esbranquiçados com aspeto aveludado. A cor cinza prateada desta suculenta chama a atenção e enriquece os arranjos onde seja incluída, pelo modo como contrasta com a cor das outras plantas.

Como cuidar a Orelha de Gato


 Luz: A orelha de gato necessita de uma boa exposição solar, dá-se em sol direto ou meia sombra. O ideal é que receba pelo menos 4 horas de luz direta. Os pequenos pelos ajudam-na a resistir ao sol intenso, estes pelinhos são tricomas, que previnem a transpiração excessiva e refletem parte da radiação solar que recebem.

 Temperatura: É uma planta de clima tropical ou subtropical, aprecia climas quentes e secos. Não é conveniente expô-la ao frio intenso com temperaturas inferiores a 5º, não tolera a geada. Durante o inverno aprecia temperaturas a rondar os 10º.

 Regas: Tal como outras suculentas a orelhas de gato é resistente à seca e necessita apenas de uma rega moderada. O fornecimento de água dependendo muito das condições climáticas, mas a regra de ouro é deixar secar a terra entre regas e evitar molhar o caule e as folhas da planta. O ideal é emergi-la em água por alguns minutos e deixa-la escorrer logo de seguida. No inverno reduza as regas ao minimo, o frio associado à humidade poderão levar ao apodrecimento desta suculenta.

 Solo: Geralmente ela é cultivada em vasos ou tabuleiros, mas também combina bem com outras suculentas em canteiros rasteiros  com boa drenagem. A orelha de gato é uma planta de crescimento lento e é conveniente mudar a terra a cada dois anos. Sobrevive melhor em solos que apresentem uma boa drenagem, formados por partes iguais de um substrato rico em matéria orgânico e areia.

 Fertilização: Geralmente a adubação não é necessária, desde que se faça a mudança de terra a cada dois anos. Contudo se optar por adubar a sua suculenta faça-o uma vez por mês, apenas na Primavera e no Verão.

➢ Multiplicação: A orelha de gato multiplica-se facilmente por estacas de talos ou de folhas, em contato com a terra elas enraízam em aproximadamente 4 semanas. A sementeira não é muito viável, as sementes desta planta são muito pequenas e de difícil manejo. (Como multiplicar as suculentas)

 Floração: As flores surgem entre a Primavera e o Verão, porém fora do seu habitat natural a floração não é muito frequente. Despontam inflorescências terminais com flores rosa ou salmão, os botões assemelham-se às folhas pelo facto de também serem cobertas por pelinhos.

 Pragas e doenças: Geralmente esta kalanchoe não é propicia a doenças e pragas, apenas sofre e pode mesmo sucumbir pelos danos do excesso de água.

Nomes populares: Kalanchoe, orelhas de gato, planta panda, orelha de coelho.

Sem comentários:

Enviar um comentário